terça-feira, 4 de novembro de 2014

biplano


Sopa, pão, vinho e fruta. A alimentação preferida do homem. Meteu as salsichas na chapa quente e derramou-lhe aguardente para cima. Bebeu um pouco pelo gargalo.
– O rapaz ficou maluco e está no hospital – disse para o seu amigo. Este mexia na geladeira e tirou uma cerveja.
– Que é que lhe aconteceu?
– Ataque de ansiedade, tipo ataque cardíaco. Tenho de ir vê-lo - virou as salsichas.
– Gostas de pôr picante, não é – perguntou ao amigo, que procurava um abre-latas.
– Sim, mas pouco.
Uma brisa fresca fez mudar o fumo do churrasco na varanda. O homem que cozinhava pegou num pedaço de pão e besuntou-o com queijo que tirou duma caixa de cartão. Comeu lentamente. Ia vigiando as salsichas. O seu amigo sentou-se e bebeu a sua cerveja. Depois de almoço foram visitar o conhecido de ambos, que ia ficando maluco. Agora dormia horas a fio e babava-se para a almofada. A mulher estava sempre presente, não deixava entrar os filhos.
– O que lhe fez ficar assim?
– Trabalhou de mais. Cumpriu todos os objetivos, ganhou todos os prémios e teve um esgotamento. A marca que vendia vai fechar, perderam um concurso a nível europeu. Agora, querem despedi-lo.
– Selvagens.
– Talvez, seja o nome, sim.
O homem saiu com o seu amigo vagabundo.
– Tens onde ficar hoje à noite?
– Não.
– Tens família?
– Toda a gente tem família.
– Eu não, deixei de ter.
Entraram num café para comer qualquer coisa. Começou a chover.

Sem comentários:

Enviar um comentário